InícioPortalFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seLogin
Os deuses do Olimpo continuam vivos, em pleno século XXI! Eles ainda se apaixonam por mortais e têm filhos que podem se tornar grandes heróis!!

Compartilhe | 
 

 Ficha de personagem

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Íris
Deuses Menores
Deuses Menores


Mensagens : 17
PH's : 56
Data de inscrição : 22/11/2011

Ficha Meio Sangue
Vida:
90000000000/90000000000  (90000000000/90000000000)
Energia:
90000000000/90000000000  (90000000000/90000000000)
Arsenal:

MensagemAssunto: Ficha de personagem   Qua Nov 30, 2011 11:40 pm

FICHA • MEIO-SANGUE •


Olá Convidado, aqui você pode fazer o registro do seu personagem apenas preenchendo a ficha abaixo para que possamos conhecer você melhor. Lembrando que a ficha para filhos dos três grandes só se disponibiliza uma vez ao mês, fique atento a isso.



Ficha


Player
DADOSDOPLAYERS


Nome:
Idade:
Já jogou em fóruns antes? Qual?
Leu algum livro da saga Percy Jackson & Os Olimpianos?
Com que freqüência conecta-se à internet para postar com o personagem?



Personagem
DADOSGERAIS


▪ Nome completo:
▪ Idade:
▪ Data de nascimento:
▪ Progenitor Olimpiano:
▪ Familiares humanos:



DADOSDOACAMPAMENTO



▪ Deseja uma escolta para chegar no acampamento? ( ) SIM ( )NÃO
▪ Link:
▪ Quando chegou ao Acampamento Wings of Pegasus?
▪ Habita o Acampamento apenas durante as férias?
▪ Se dá bem com:
▪ Não se dá bem com:



HISTÓRIA


Nos conte um pouco da história de vida do seu
personagem falando sobre seus familiares, amigos e relacionamentos antes
de saber que é um meio-sangue. Não exigiremos
um numero minimo de linhas, apenas deixe sua imaginação fluir.



* Caso você tenha decidido fazer a ESCOLTA não será necessário preencher o campo "Quando chegou ao ACAMPAMENTO WINGS OF PEGASUS".

* Se você marcou que deseja uma ESCOLTA para chegar ao acampamento, um dos deuses disponíveis irá enviar um MP informando que seu pedido de escolta foi aceito juntamente com um link que vai lhe redirecionar para a pagina onde ocorrerá sua escolta. Fique ligado pois eles também podem adicionar o LINK a sua ficha.

* Na escolta o deus irá lhe colocar a caminho do acampamento, porem pode ser que surjam monstros para você enfrentar, seu objetivo é sobreviver a isso e se aproximar o máximo possível da colina do acampamento, assim que chegar aqui você estará seguro. Saiba que você corre o risco de morrer no caminho, consiga concluir e você irá ganhar "XP" e "Dracmas".
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://percyjackson-ng-rpg.forumeiros.com
Jekaterina



Mensagens : 5
PH's : 0
Data de inscrição : 10/12/2011

Ficha Meio Sangue
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Arsenal:

MensagemAssunto: Re: Ficha de personagem   Dom Dez 11, 2011 1:48 pm

Player

DADOS DO PLAYERS



Nome: Mara Regina
Idade: --- Não gosto de falar, mas juro que tenho idade para jogar .^^
Já jogou em fóruns antes? Qual? Sim. A maioria relacionados com Naruto
Leu algum livro da saga Percy Jackson & Os Olimpianos? Nunca li
Com que freqüência conecta-se à internet para postar com o personagem? Duas vezes na semana


Personagem

DADOS GERAIS


▪ Nome completo: Jekaterina Tanaka.
▪ Idade: 17 anos
▪ Data de nascimento: 14/11/1994
▪ Progenitor Olimpiano:
▪ Familiares humanos:


DADOS DO ACAMPAMENTO





▪ Deseja uma escolta para chegar no acampamento? ( ) SIM (X )NÃO
▪ Link:
▪ Quando chegou ao Acampamento Wings of Pegasus?
▪ Habita o Acampamento apenas durante as férias? Sim
▪ Se dá bem com: ninguem por enquando
▪ Não se dá bem com: Nenhum inimigo por hora


HISTÓRIA

Nasci em Yokohama em um bairro bastante popular, sou a quinta filha da cantora Kori Tanaka e não somente isso. Rescentemente descobri que o coroa que custumo chamar d e pai na verdade passa muito longe disso. Acreditem, mas sou filha de Hipnos se não sabem quem é da uma lida raipda em algum livro da mitologia grega ou procura do google sobre este Deus.Sim, Deus Hipnos nem da para acreditar ne, mas juro que é a verdade.

O fato aconteceu quando minha mãe foi cantar na Grecia em Athenas, em um teatro e la estava o Deus disfarçado como humano. Tipo é muito surreal, só que é a verdade e fui descobrir isso quando completei meus 15 anos e fui convidada a participar de um acampamento para semideuses.

Até hoje acho essa historia de deuses e mortais, semideuses uma piada,e juro que se não fosse pelas lagrimas da minha mãe ao contar essa historia ainda acharia isso um mito. Agora pensem bem como minha vida esta!

Já nem sei mais o que sou e ainda fico sem saber como agir diante um grupo de filhotes de Deuses atoas que ficam se divertindo com os sentimentos das pessoas normais. Digo isso pois minha mãe ainda suspira por um palhaço como aquele. Cara fico puta com isso, mas nem fasso ideia como é esse tal de Hipnos e só entre neste acampamento para finalmente olhar cara a cara com ele e dizer umas boas.

Mas não vou negar que to mega curiosa para conhcer esses tais de semideuses e como é isso de Deuses.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Isaias Asafe



Mensagens : 3
PH's : 0
Data de inscrição : 17/12/2011
Idade : 19
Localização : Acampamento Meio Sangue

Ficha Meio Sangue
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Arsenal:

MensagemAssunto: Re: Ficha de personagem   Sab Dez 17, 2011 5:40 pm

Player

Nome: Isaias Asafe
Idade: 14
Já jogou em fóruns antes? Qual? A maioria relacionados a pj
Leu algum livro da saga Percy Jackson & Os Olimpianos? Os quatro. Comecei a ler o último a pouco tempo.
Com que freqüência conecta-se à internet para postar com o personagem? Sim


Personagem

Nome completo: Isaias Asafe Hellark Weyne
Idade: 14
Data de nascimento: 15/02/1997
Progenitor Olimpiano: Éolo
Familiares humanos: Gilbert (meu padastro), Keli (minha mãe) e Gabriella (minha irmã materna).


Acampamento

Deseja uma escolta para chegar no acampamento? ( ) SIM (x )NÃO
Link:
Quando chegou ao Acampamento Wings of Pegasus? Quando descobri ser filho de Éolo, fui de carro com meu pai junto a minha madastra.
Habita o Acampamento apenas durante as férias? Não.
Se dá bem com: Pessoas de bom gosto.
Não se dá bem com: Pessoas de mal gosto.


História: Tenho 14 anos, sou filho de uma meteorologista importante da tevê, chamada Keli. Eu nunca tinha visto meu pai, desde que eu me lembraria. Minha mãe me contou que ele adorava ficar nos ventos, o que eu achei estranho. Eu sentia o mesmo. Sempre quando eu ficava nervoso, de mau humor ou com raiva, uma brisa leve sempre me agradava. A maioria das vezes, eu era sempre visto fazendo alguma atividade física ou sentado na laje da minha casa sendo atingido pelos ventos e brisas. Esse era um dos meus passatempos favoritos, simplesmente adorava sentir os ventos acariciando a pele, bagunçando os cabelos e chicoteando as roupas. Minha infância foi pontilhada de repentinos vislumbres de criaturas estranhas, porém guardei isso para mim mesmo, afinal, quem iria acreditar se dissesse que uma mulher-cobra me seguiria da escola até a casa? Ou que um cão negro do tamanho de um tanque de guerra obstruiria o caminho no meio da rua, me fazendo se esconder atrás da lata de lixo e as crianças que brincavam com ele rirem, exclamando que eu tinha medo de chihuahuas. Na minha primeira vez que avistei aquele mulher, senti uma grande expressão de medo. Toda vez ela me encarava, e eu corria de forma que minha velocidade não era normal. Quando vi o cão gigante, deu pra perceber o temor, eu começava a soar. Diante dessas criatura meu pensamento era sempre correr, mas algo eu sentia que devia pegar uma arma e derrota-lo. Mais não, eu nunca fui um garoto comum, além de sofrer de transtorno déficit de atenção e hiperatividade, descobri que era diferente no dia em que um de meus amigos, Kayo, apareceu à porta de casa, dizendo que tinha que ir para um tal de acampamento. Eu sempre estranhei a aparência de Kayo, pois sempre usava calças compridas e suas pernas eram estranhamente tortas, o que o fazia usar muletas.







Última edição por Isaias Asafe em Sab Dez 17, 2011 9:00 pm, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Catelin Sofia



Mensagens : 5
PH's : 0
Data de inscrição : 05/12/2011
Idade : 22
Localização : Acampamento Wings Of Pegasus

MensagemAssunto: Re: Ficha de personagem   Dom Dez 18, 2011 7:34 pm

Player

Nome: Manuela Catalina
Idade: 12 anenhos
Já jogou em fóruns antes? Qual? Sim, em um monte do Percy Jackson e do Harry Potter. Só lembro do Partis mesmo.
Leu algum livro da saga Percy Jackson & Os Olimpianos? Todos!
Com que freqüência conecta-se à internet para postar com o personagem? Todos os santos dias.

Personagem

▪ Nome completo: Catelin Sofia Stolk
▪ Idade: 17 anos.
▪ Data de nascimento: 17/05/1994
▪ Progenitor Olimpiano: Apolo
▪ Familiares humanos: Alice e Dihren Stolk e mais uns 5 irmãos idiotas.

DADOS DO ACAMPAMENTO

▪ Deseja uma escolta para chegar no acampamento? ( ) SIM (X )NÃO
▪ Link:
▪ Quando chegou ao Acampamento Wings of Pegasus? Quando minha mãe me contou à beira da morte. Simplesmente fui embora pro acampamento,ou mais ou menos isso. Sabe-se lá o dia que eu cheguei, estava atordoada.
▪ Habita o Acampamento apenas durante as férias? Não. Passo todos os dias do ano lá mesmo.
▪ Se dá bem com: Acho que isso ainda depende da pessoa, não conheço muitas pessoas.
▪ Não se dá bem com: Acho que o Hades me odeia, e isso é ruim, né? Não sei, eu não fiz nada de errado ainda... Não que eu saiba...

HISTÓRIA

Você podia perguntar para qualquer um quem era Catelin Sofia. Sempre teria a mesma resposta: A menina que senta no canto da sala, distraída, que era disléxica e parecia sempre estar cantando. A menina de roupas pretas e olhos desconcertantes, a menina que tentava não se meter com ninguém a não ser ela mesma. A anti-social, se preferir simplificar tudo.
Tinha 16 anos e as coisas não mudavam muito. A mãe, Alice, tinha câncer, mas os 5 irmãos incompetentes que ela tivera com o seu padrasto, Dihren ( um gorducho nojento que não fazia nada além de ficar vendo Tv e depois passar noites na cama com a mãe dela, mas que logo foram tiradas a força dele por causa da doença de Alice), nunca conseguiram sequer entrar em uma faculdade, quanto mais encontrar um emprego. Não, era tudo Catelin aqui, Catelin ali.
Além de parecer uma empregada, ela trabalhava duro em bicos que encontrava por ai, tudo pela mãe, mas mesmo assim não conseguia pagar bem o tratamento, e sua mãe acabou morrendo muito nova.
O ódio que a menina guardava pelo padrasto simplesmente aumentou, e a ignorância e frieza com os irmãos ficou mais intensa. Tudo o que ela fazia era pela sua mãe, e mesmo assim, mesmo eles vendo o esforço, de como era difícil, os malditos nunca levantaram a bunda amassada para ajudar-la.
Desde então, seus dias passaram a ser sozinhos e ruins. Não tirava os fones de ouvido das orelhas, e tinha desistido completamente da escola. Ela só se esforçava naquilo por causa da mãe, tentando ir adiante, entrar em uma faculdade boa, dar orgulho à Alice. Mas de que ia adiantar tudo aquilo? Nada! Não adiantaria para nada!
Uma noite decidiu recolher tudo em sua bolsa, o dinheiro que tinha economizado com pesar para a faculdade (que era no máximo uns 500 reais, bom o suficiente) e foi para a escola, com a bolsa lotada com seus pertences. Lançou mais um olhar frio para os irmãos. Saiu dando um sorriso tenebroso para o padrasto e foi embora como se fosse um dia normal. Nem sabiam eles que ela estava indo para sua liberdade.
Catelin não sabia para onde ir, tudo bem, mas dava um jeito. As poucas amizades que ainda tinha conseguido conservar na escola a informaram sobre um lugar bem longe dali, onde tinha uma fazendinha, seus campos de morangos e uma praia. Dali, ela podia ir para qualquer lugar que quisesse.
Tudo pronto.
Sem pensar duas vezes, pegou um ônibus até a tal praia, mas ele simplesmente parou em um posto de gasolina e não se moveu mais. Preocupada com o fato, ela pulou no bagageiro de uma picape que estava abastecendo e se encolheu no carro. O motorista por grande sorte não notou Catelin (sorte ou idiotice dele). Andou uns 2 quilômetros e Catelin avistou uma casinha que parecia abandonada. Com o carro ainda em movimento, ela pulou de onde estava e caiu graciosamente sem nenhum arranhão. Ela sorriu, apertando a alça da bolsa em seu ombro, satisfeita com a condição física.
Ao entrar na casinha, silenciosa, com medo de ser flagrada por algo ou alguém, ela notou que não estava abandonada como ela pensava que estaria. Seu corpo congelou quando ela viu um homem de aparência de 18 anos, cabelos loiros,olhos azuis, bronzeado (muito bonito, tudo bem), sentado na cadeira, se equilibrando nas pernas traseiras do banco, com as pernas em cima da mesa comendo um sanduiche de atum.
- Ah, filha, finalmente você chegou, pensava que nunca ia vir... – O menino sorriu, e Catelin arregalou os olhos diante da palavra “filha”.
- Filha??? Como assim? Tá me zoando, né?
- Não! – Ele fez um bico e levantou-se, abrindo os braços esperando um abraço da “filha”. Os dois eram totalmente diferentes. Ela tinha puxado à Alice, com os olhos castanhos, cabelos castanhos e pele branca, enquanto o homem a sua frente era totalmente diferente. - Alice não contou pra você, antes de morrer? Que o poderoso deus Apolo é seu pai? – Ele abriu um sorriso amigável para ela, e então Catelin sentiu o corpo tremer de ódio.
Ela tinha dito sim. Mas Catelin achava que era coisa dos delírios dela. Na escola ela tinha estudado sobre os semi-deuses, meio humanos, meio deuses, resultados do "amor" entre deuses e humanos. Mas ela não acreditava naquilo. Tudo bem que a mãe dela a tinha educado em uma religião politeísta, e lhe contara histórias sobre seu pai ser o deus Apolo, mas ela achava que eram só histórias para ela dormir. Histórias para ela se sentir bem com o fato de o pai ter abandonado ela e sua mãe. Mas, sinceramente, como ele podia conhecer Alice? E como ele podia saber que ela tinha morrido? Ninguém sabia da morte dela, porque Catelin não tinha contado. E, além do mais, ela não conhecia aquele cara.
Tudo começou a fazer sentido...
- Seu... Seu... Como você pode deixar ela... Ela com aquele idiota e nojento do Dihren? E mesmo sabendo do câncer por que o “grande e poderoso deus Apolo” não a ajudou, sei lá?! ELA MORREU! MORREU! VOCÊ ENTENDE ISSO?! – Catelin avançou contra ele, mas ele logo a segurou pelos braços e a prendeu contra seu corpo.
- Ah, se você ficar assim no acampamento as pessoas não vão gostar de você e você vai manchar a reputação dos seus irmãos e irmãs. Vamos, deixe sua mãe pra lá, ela já está morta, vou deixá-la no acampamento e me livrar logo de você.
Catelin sentiu o rosto ficar vermelho,não queria saber de acampamento nenhum, nem pessoas, só queria estrangular o pescoço daquele cara, deus, ou seja lá o que fosse. Começou a gritar, bater, fazer birra, justamente como uma criança de oito anos, mas Apolo simplesmente a arrastou até um carro dourado e chique, a jogou no banco de trás e começou a dirigir até o acampamento.
Em troca Apolo ouviu os piores xingamentos, as maiores reclamações, sentiu os tímpanos estourando diante das birras e depois, paz.
Catelin já estava cansada, os olhos vermelhos de tanto chorar, e a garganta doía de tanto gritar. Encolheu as pernas e olhou pela janela: o acampamento estendia-se em sua frente, com uma beleza estupenda. Ela suspirou, e sentiu um alívio percorrer por todo seu corpo. Era como chegar em um novo lar.
A sensação era esquisita, porque ha muito tempo ela não se sentia tão calma em olhar um certo lugar. Mas era como se o acampamento abrisse os braços para ela e dissesse: "Vai tudo ficar bem".
Perguntou, com a voz ainda falhando, com a garganta ainda doendo, o que era aquilo e para quê e quem. Ele explicou tudo bem brevemente, e simplesmente a deixou na entrada do acampamento, sozinha, sem saber o que fazer. Ela apertou os lábios até ficarem brancos, e o mesmo aconteceu com os nós dos dedos da sua mão, enquanto apertava a alça da bolsa. Então era aquilo... Era aquele o seu "novo lar".

Ps: Desculpa, a minha história tá horrível, mas eu acabei ficando mergulhada em questão de tamanho, e estava com pouco tempo. Depois eu edito, se precisar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://levados-pelo-vento.blogspot.com
Mylena Straus



Mensagens : 62
PH's : 180
Data de inscrição : 04/12/2011

Ficha Meio Sangue
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)
Arsenal:

MensagemAssunto: Re: Ficha de personagem   Dom Dez 25, 2011 7:24 pm

Ficha


Player
DADOSDOPLAYERS



Nome: Thainá Zen
Idade: 14
Já jogou em fóruns antes? Qual? Sim, Percy Jackson principalmente. (muitos)
Leu algum livro da saga Percy Jackson & Os Olimpianos? Todos
Com que freqüência conecta-se à internet para postar com o personagem? Se não tiver nenhum compromisso em Off ou estiver de castigo, todo dia.


Personagem
DADOSGERAIS



▪ Nome completo: Mylena Hope Straus
▪ Idade: 17
▪ Data de nascimento: 09/07
▪ Progenitor Olimpiano: Hécate
▪ Familiares humanos: Nergy Straus (pai já falecido ou desaparecido)


DADOSDOACAMPAMENTO




▪ Deseja uma escolta para chegar no acampamento? ( ) SIM (X)NÃO
▪ Link:
▪ Quando chegou ao Acampamento Wings of Pegasus? Cheguei no verão, logo após o último orfanato em que morei ter me expulsado e um homem-bode ter me trazido até o acampamento.
▪ Habita o Acampamento apenas durante as férias? O ano inteiro.
▪ Se dá bem com: Quase nada.
▪ Não se dá bem com: Solidão e escuro.


HISTÓRIA


Ao nascer, meu pai me jogou em um orfanato pobre e sujo para se ver livre de mim. Ele não queria uma filha, atrapalharia sua vida. Ainda mais sabendo que era uma semideusa. É claro que ele não passou essa informação para o orfanato, não queria que a devolvesse. Enfim, cresci desde o segundo mês em orfanatos. O primeiro fiquei até completar três anos. Me colocaram em outro ao ver que eu tinha o dom para destruir as coisas, além de tudo, as outras crianças tinham medo de mim. No segundo, um pouco mais preparado para crianças "como eu". Sabe, crianças imperativas e desobedientes, difíceis de cuidar. Fiquei lá até os oito anos. Depois fugi e vivi nas ruas. Duas semanas depois, me encontraram em uma praça e me levaram para outro orfanato. Um mais comum e não muito conhecido. Lá resolvi permanecer, pelo menos até me expulsarem, o que aconteceu quando eu tinha 14 anos. Mas dessa vez, resolveram me mandar para um orfanato para adolescentes que causam muitos problemas ou são muito esquisitos. Eu, aliás, nem sei como, mas de alguma maneira eu sabia fazer alguns objetos levitarem, ou mudar a cor de alguma coisa. Então, dois anos depois, em um acidente, eu pus fogo naquele orfanato, o destruindo por completo. Depois disso vivi na antiga casa de meu pai, que já estava abandonada e onde eu havia encontrado com magia, é magia. Morei lá por quase um ano, até ser encontrada por um homem-bode que me levou á um acampamento de pessoas estranhas e chatas. Nem sei direito quem eu sou, mas me disseram que sou uma espécie de "semideusa". Vai lá saber o que se passa na cabeça desses homens-bodes ou o cara metade cavalo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Aléxia Maxime



Mensagens : 4
PH's : 0
Data de inscrição : 01/01/2012
Idade : 20
Localização : Acampamento Wings Of Pegasus

MensagemAssunto: Re: Ficha de personagem   Dom Jan 01, 2012 2:34 pm


Ficha


Player
DADOSDOPLAYERS



Nome: Débora Amaral
Idade: 15 aninhos
Já jogou em fóruns antes? Qual? Não
Leu algum livro da saga Percy Jackson & Os Olimpianos? Sim
Com que freqüência conecta-se à internet para postar com o personagem? Todo dia.


Personagem
DADOSGERAIS




▪ Nome completo: Aléxia Maxime Walker
▪ Idade: 16 anos
▪ Data de nascimento: 28/02/1995
▪ Progenitor Olimpiano: Atena
▪ Familiares humanos: Robert Maxime Walker (pai falecido)


DADOSDOACAMPAMENTO




▪ Deseja uma escolta para chegar no acampamento? ( ) SIM (X)NÃO
▪ Link:
▪ Quando chegou ao Acampamento Wings of Pegasus? Meu pai estava me levando para o acampamento quando o carro capotou misteriosamente e ele morreu, tive que seguir sozinha e não marquei a data. Não era uma das minhas favoritas.
▪ Habita o Acampamento apenas durante as férias? Não
▪ Se dá bem com: Depende, não conheço tantas pessoas.
▪ Não se dá bem com: Não sei, mas tenho algum instinto forte que me leva a irritação com filhos de Poseidon, deve ter haver com as desavenças dele com minha progenitora...


HISTÓRIA

Aléxia sempre foi uma garota de gênio forte, foi criada pelo pai Robert pois o mesmo dizia que sua mãe havia ido embora logo após seu nascimento. Sempre tivera problemas na escola por mais esforçada que fosse mas mantinha um relacionamento "normal" com seu pai até seus 7 anos. Conforme ia crescendo percebia que seu pai a tratava diferente, se desfazia aos poucos dela praticamente evitando-a, finalmente decidiu encará-lo e perguntar o que havia de errado, ele suspirou e começou a falar:
-Não consigo mais esconder isso, você... a cada dia que cresce... fica mais parecida com ela, os cabelos loiros, os olhos, tudo. Não posso mais, não quero mais me lembrar dela!
-Mas... como assim não pode e não quer? E vai fazer o que comigo então? Me largar na rua?
-Não, vou te contar a verdade! Lembra de tudo aquilo que estudou sobre mitologia grega, deuses e semi-deuses que eram resultado do amor de deuses e seres humanos?
-Lembro mas...
-Sua mãe é Atena. Era a mulher mais bela que já havia visto, passamos um curto tempo juntos mas foram os melhores da minha vida, mas ela sumiu, nunca mais deu notícias e tempos depois você apareceu num berço de ouro a minha porta. Ela me explicou tudo e que queria que fosse ao acampamento. Seria mais seguro. E é o melhor agora.
- Não...não pode ser... Atena? Não...mas... mesmo que seja verdade... vai usar isso pra se livrar de mim?
Robert apenas abaixara a cabeça, Aléxia concordou que ele a levasse ao acampamento, mas não por ter se comovido com a história de ser semi-deusa e filha de Atena... Ela estava magoada, seu pai preferia tê-la longe do que aguentar lembrar dela... (ainda não estava acostumada com a idéia de "mãe") Agora ela é quem não queria mais ficar ali.
Durante o caminho era um silêncio mortal no carro, Aléxia pensativa tentando assimilar tudo que descobrira quando do nada o carro capota caindo de um barranco deixando-a em desespero ela olhou para o lado seu pai não respirava, não havia sinal de vida, estava morto. Com um pouco de dificuldade ela conseguiu sair do carro, havia alguns machucados em seu corpo mais estava atordoada demais para pensar neles, ela avista a colina do acampamento mas não conseguia mover um músculo sequer, quando se dá conta um garoto... não muito normal, uma vez que da cintura pra baixo seu corpo era de um bode, se aproximou dela dizendo que tudo ia ficar bem agora, que ela estava segura, ali era seu novo lar... E por alguma razão ela acreditou.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Aléxia Maxime



Mensagens : 4
PH's : 0
Data de inscrição : 01/01/2012
Idade : 20
Localização : Acampamento Wings Of Pegasus

MensagemAssunto: Re: Ficha de personagem   Dom Jan 01, 2012 2:38 pm


Ficha


Player
DADOSDOPLAYERS



Nome: Débora Amaral
Idade: 15 aninhos
Já jogou em fóruns antes? Qual? Não
Leu algum livro da saga Percy Jackson & Os Olimpianos? Sim
Com que freqüência conecta-se à internet para postar com o personagem? Todo dia.


Personagem
DADOSGERAIS




▪ Nome completo: Aléxia Maxime Walker
▪ Idade: 16 anos
▪ Data de nascimento: 28/02/1995
▪ Progenitor Olimpiano: Atena
▪ Familiares humanos: Robert Maxime Walker (pai falecido)


DADOSDOACAMPAMENTO




▪ Deseja uma escolta para chegar no acampamento? ( ) SIM (X)NÃO
▪ Link:
▪ Quando chegou ao Acampamento Wings of Pegasus? Meu pai estava me levando para o acampamento quando o carro capotou misteriosamente e ele morreu, tive que seguir sozinha e não marquei a data. Não era uma das minhas favoritas.
▪ Habita o Acampamento apenas durante as férias? Não
▪ Se dá bem com: Depende, não conheço tantas pessoas.
▪ Não se dá bem com: Não sei, mas tenho algum instinto forte que me leva a irritação com filhos de Poseidon, deve ter haver com as desavenças dele com minha progenitora...


HISTÓRIA

Aléxia sempre foi uma garota de gênio forte, foi criada pelo pai Robert pois o mesmo dizia que sua mãe havia ido embora logo após seu nascimento. Sempre tivera problemas na escola por mais esforçada que fosse mas mantinha um relacionamento "normal" com seu pai até seus 7 anos. Conforme ia crescendo percebia que seu pai a tratava diferente, se desfazia aos poucos dela praticamente evitando-a, finalmente decidiu encará-lo e perguntar o que havia de errado, ele suspirou e começou a falar:
-Não consigo mais esconder isso, você... a cada dia que cresce... fica mais parecida com ela, os cabelos loiros, os olhos, tudo. Não posso mais, não quero mais me lembrar dela!
-Mas... como assim não pode e não quer? E vai fazer o que comigo então? Me largar na rua?
-Não, vou te contar a verdade! Lembra de tudo aquilo que estudou sobre mitologia grega, deuses e semi-deuses que eram resultado do amor de deuses e seres humanos?
-Lembro mas...
-Sua mãe é Atena. Era a mulher mais bela que já havia visto, passamos um curto tempo juntos mas foram os melhores da minha vida, mas ela sumiu, nunca mais deu notícias e tempos depois você apareceu num berço de ouro a minha porta. Ela me explicou tudo e que queria que fosse ao acampamento. Seria mais seguro. E é o melhor agora.
- Não...não pode ser... Atena? Não...mas... mesmo que seja verdade... vai usar isso pra se livrar de mim?
Robert apenas abaixara a cabeça, Aléxia concordou que ele a levasse ao acampamento, mas não por ter se comovido com a história de ser semi-deusa e filha de Atena... Ela estava magoada, seu pai preferia tê-la longe do que aguentar lembrar dela... (ainda não estava acostumada com a idéia de "mãe") Agora ela é quem não queria mais ficar ali.
Durante o caminho era um silêncio mortal no carro, Aléxia pensativa tentando assimilar tudo que descobrira quando do nada o carro capota caindo de um barranco deixando-a em desespero ela olhou para o lado seu pai não respirava, não havia sinal de vida, estava morto. Com um pouco de dificuldade ela conseguiu sair do carro, havia alguns machucados em seu corpo mais estava atordoada demais para pensar neles, ela avista a colina do acampamento mas não conseguia mover um músculo sequer, quando se dá conta um garoto... não muito normal, uma vez que da cintura pra baixo seu corpo era de um bode, se aproximou dela dizendo que tudo ia ficar bem agora, que ela estava segura, ali era seu novo lar... E por alguma razão ela acreditou.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Ficha de personagem   Hoje à(s) 5:11 am

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Ficha de personagem
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Modelo De Ficha de Personagem
» Ficha de Personagem - Katherine Petrova Pierce
» Ficha de Personagem-Paul Grayson
» Ficha de Personagem - Melissa Westwood
» Criação e Ficha de Personagens

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Percy Jackson New Generation :: Ficha do personagem-
Ir para: